X CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

ESQUECERAM DE MIM: ASPECTOS ECOLOGICOS DO CERDOCYON THOUS EM DUAS UCS NA RESTINGA BRASILEIRA

Resumo

Um dos desafios na ecologia de animais silvestres é o valor efetivo da ocorrência e detecção das espécies estudadas para obter parâmetros ecológicos que possam subsidiar futuras ações de manejo e conservação das espécies. Embora bastante frequente nas listas de composição de espécies, estudos que avaliam os aspectos ecológicos do cachorro do mato (Cerdocyon thous) são escassos na literatura. O C. thous possui a distribuição geográfica mais conhecida entre os canídeos neotropicais e com altos valores de abundância. Entretanto, é também uma das espécies de mamíferos mais atropeladas em estradas e ferrovias e afetada pela degradação dos habitats de restinga. Assim, objetivamos fornecer a atividade, o uso de habitat e as potenciais ameaças do C. thous em duas Unidades de Conservação (UC) em uma área de restinga no Estado do Espírito Santo, Brasil. Utilizamos 35 armadilhas fotográficas e parcelas de areia para determinar a atividade e modelar a ocupação e a detectabilidade da espécie. Nas UCs estudadas, o C. thous teve dois picos em sua atividade (bimodal) e, em geral, ocorrendo associada a fontes de água livre, trilhas e em áreas com vegetações abertas. A detectabilidade foi afetada pela distância da estrada e pela presença de cão doméstico. Concluímos que, embora a espécie tenha uma ampla distribuição e elevada abundância, segundo a literatura, localmente é ameaçada pela rodovia que cruza as duas UCs, que promove eventos de atropelamento e pela presença de cães domésticos que entram nessas áreas. Assim, é fundamental promover o controle da entrada de cães domésticos nas UCs e realizar ações nas estradas para mitigar as taxas de atropelamentos locais.

Palavras-chave

Cachorro do mato, Ocupação e detectabilidade, Atividade, Floresta Atlântica, Carnívoros, Atropelamentos, Cão doméstico

Financiamento

Este estudo faz parte dos resultados do “Programa de Pesquisas em Biodiversidade da Mata Atlântica” do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação (MCTIC) e contou com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) (Processo nº 457458 / 2012-7). Os autores beneficiaram-se de subvenções concedidas ao HGB (processo 307781 / 2014-3) e ao CFDR (302974 / 2015-6) do CNPq e através do “Cientistas do Nosso Estado” Programa da FAPERJ para o CFDR (processo E-26 / 202.803.2018) e para o HGB (processo E-26 / 201.267.2014). Este estudo foi realizado com a licença de pesquisa Processo 76444341 - Autorização 003A-2017 fornecida pelo "Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos - IEMA ". Este estudo foi financiado em parte pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) - Código Financeiro 001.

Área

Ecologia

Autores

Priscila Stéfani Monteiro-Alves, Débora Molino Helmer, Atilla Colombo Ferreguetti, Juliane Pereira-Ribeiro, Carlos Frederico Duarte Rocha, Helena Godoy Bergallo