X CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

LEVANTAMENTO DE CHIROPTEROS EM UM FRAGMENTO DE MATA CILIAR EM PALOTINA, PARANA, BRASIL

Resumo

A fragmentação pode afetar a funcionalidade dos ecossistemas, ocasionando menor riqueza e menor abundância. Os quirópteros são um dos principais dispersores de sementes nas florestas tropicais, tendo grande importância na manutenção da diversidade florística. O objetivo do trabalho foi realizar um levantamento das espécies de Chiroptera, utilizando a técnica captura e recaptura, além de analisar os índices de diversidade e riqueza. A área de estudo é um pequeno fragmento de mata ciliar, com 3,96 ha, em uma área rural do município de Palotina, oeste do Paraná, em estado inicial de recuperação. A captura dos morcegos foi realizada com três redes de neblina de 12m x 2,5m e uma de 14m x 3,0m, dispostas em quatro pontos de coleta: interior, margem do rio, açude e borda. Foram abertas após o pôr do sol, durante seis horas, com revisões a cada 20 minutos, duas noites por mês, sob lua minguante ou nova. Após a captura, os morcegos foram identificados, triados e marcados com colares enumerados e soltos em seus respectivos locais de coleta. O total de indivíduos coletados foi 123, distribuído em 8 espécies: Carollia perspicillata  (56.10 %), Artibeus lituratus  (11.43 %), Sturnira lilium (26.83 %), Platyrrhinus lineatus (2.44 %), Artibeus fimbriatus (1.63 %), Artibeus planirostris(1.63 %), Artibeus obscurus(1.63 %) e Lasiurus blossevilli (0.81 %). As maiores capturas ocorreram nas redes do rio (96 %) e no interior (28 %). No interior foram capturados C. perspicillata (40.00 %), A. lituratus (11.43 %) e S. lilium (48.57 %); na margem do rio, C. perspicillata (61.86 %), A.lituratus (17.80 %), S.lilium (16.10 %), A. fimbriatus (0.85 %); no açude, A.lituratus (40 %), S.lilium (40 %), A.fimbriatus (10 %), C.perspicillata (10 %) e na borda, P. lineatus (33.33 %), A. lituratus (16.67 %) e C. perspicillata (16.67 %). Houve um único registro de insetívoro no fragmento, Lasiurus blossevilli, por coleta ativa. Ocorreu abundância de Carollia perspicillata, Sturnira lillium e Artibeus lituratus em relação às demais espécies. Existe grande quantidade de Piper spp. no fragmento (Piper amalago, Piper gaudichaudianum, Piper glabratum), entre outras plantas pioneiras da família Urticaceae e Solanaceae, as quais são bem evidentes em ambientes em recuperação, característica do local de estudo.

Palavras-chave

Palavras-chaves: Inventário, Morcegos, Oeste do Paraná.

Financiamento

Fundação Araucária

Área

Inventário de Espécies

Autores

Arthur Justino Guanaes dos Santos, Márcia Santos De Menezes