X CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

PEQUENOS MAMÍFEROS EM FRAGMENTOS DE MATA ATLÂNTICA: RIQUEZA DE ESPÉCIES RESPONDENDO A PROTOCOLO DE AMOSTRAGEM E CARACTERÍSTICAS AMBIENTAIS

Resumo

Os altos níveis de perda e fragmentação de habitat do bioma Mata Atlântica ameaçam a conservação da biodiversidade e põe em perigo os serviços ecossistêmicos. Os pequenos mamíferos podem ser utilizados como indicadores ambientais, e foram estudados intensivamente em paisagens fragmentadas da Mata Atlântica, mas com uma ampla gama de métodos de campo. Sendo assim, nosso objetivo foi testar os efeitos do protocolo de amostragem e os efeitos das principais características ambientais sobre a riqueza de pequenos mamíferos em fragmentos de Mata Atlântica. Para isso, realizamos uma busca em plataformas digitais com a combinação das seguintes palavras-chave: “small mammals”, “fragmentation”, “Atlantic forest” e “Brazil”. Utilizando dados de riqueza de espécies de 122 fragmentos desse bioma, encontramos que os métodos de campo e as características ambientais apresentam importância similar para explicar a riqueza de pequenos mamíferos, ambos explicando aproximadamente 20% da riqueza de espécies. Utilizando modelos lineares e seleção de modelos baseada no valor de AIC (Critério de Informação de Akaike), observamos que mais espécies seriam registradas se os protocolos de campo incluíssem um esforço amostral razoável, utilizassem pitfalls e amostrassem todos os estratos da floresta. Também confirmamos importantes teorias ecológicas: fragmentos em menores latitudes e fragmentos maiores são os que apresentam uma maior riqueza de espécies. Protocolo de amostragem e características ambientais foram analisados juntos em uma Regression Tree, onde o esforço de amostragem foi a variável mais importante, ultrapassando qualquer efeito ambiental. Nós demonstramos que um protocolo de amostragem adequado é essencial para avaliar a riqueza de pequenos mamíferos em fragmentos florestais e, portanto, fornece uma melhor compreensão dos impactos da fragmentação nesses animais.

Palavras-chave

fragmentação; ecologia de paisagens; protocolos de campo; pequenos mamíferos

Financiamento

Área

Ecologia

Autores

Daniele Pereira Rodrigues, Fabrício Luiz Skupien, Jady de Oliveira Sausen, Daniela Oliveira de Lima