X CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

VIABILIDADE DO METODO “RANDOM ENCOUNTER MODELS” PARA ESTIMATIVA DE DENSIDADE DE MAZAMA (CETARTIODACTYLA; CERVIDAE)

Resumo

A densidade populacional é um parâmetro ecológico importante para o conhecimento e conservação de espécies selvagens. Estimativas populacionais de cervídeos do gênero Mazama, existentes na literatura, apresentam discrepâncias conforme a metodologia utilizada.Uma metodologia que tem se mostrado bastante promissora e eficiente para espécies que não possuem marcações individuais, é o “Random Encounter Models (REM)”. Esse modelo, baseado no movimento de partículas de gases, assume que a densidade pode ser derivada da taxa de contato entre animais e armadilhas fotográficas, sendo que o esforço amostral mínimo de cada câmera deve ser o tempo necessário para se obter 20 registros em pelo menos 70% das armadilhas. O presente trabalho teve por objetivo estimar a densidade de Mazama com o método REM e determinar o esforço amostral mínimo para se obter quantidade de registros adequada à estimativa. A coleta dos dados ocorreu no Parque Nacional de Saint-Hilaire Lange, localizado no bioma Mata Atlântica. As armadilhas fotográficas foram posicionadas em 17 pontos amostrais de maneira sistemática em relação a área total, e aleatória em relação ao ambiente. As câmeras funcionaram 24 horas por dia e o intervalo entre as capturas foi de 1 segundo. O esforço amostral médio de cada armadilha foi de 107,5 dias (DP= 50,7 dias). Foram obtidos poucos ou nenhum registro, na maioria das câmeras. No total, 11 registros fotográficos foram obtidos, variando de 0 à 4 por ponto amostral. O maior número de registros foi obtido de uma armadilha fotográfica, que ficou instalada por 136 dias. Essa quantidade de registros obtidos mostra que para se obter os 20 registros mínimos por ponto, quando as estimativas de densidade são adequadas, seriam necessários 680 dias de amostragem por ponto. Em comparação com outros estudos, a baixa quantidade de registros por câmera indica que a aleatoriedade dos pontos de monitoramento pode dificultar o sucesso da amostragem para espécies que e utilizam trilhas e carreiros para locomoção, como os cervídeos florestais.

Palavras-chave

Conservação, esforço amostral, marcações individuais, encontro aleatório.

Financiamento

Área

Ecologia

Autores

Manoela Ebner Pinho, Márcio Leite de Oliveira, Francisco Grotta Neto, Pedro Henrique de Faria Peres , Fernando de Camargo Passos , José Maurício Barbanti Duarte