X CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

ASSIMETRIA FLUTUANTE EM CALLICEBUS NIGRIFRONS (PRIMATES: PITHECIIDAE) NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Resumo

Assimetria flutuante (AF) consiste em derivações não-direcionais da simetria perfeita, e pode ser utilizada como uma ferramenta que permite mensurar o estresse durante o desenvolvimento de organismos. Essa análise é útil em populações para se averiguar onde estão e quais são as principais fontes de estresse ambiental, aumentando também a compreensão indireta de suas características ecológicas. Callicebus nigrifrons é uma espécie de primata sul americano que, com a redução das áreas de mata atlântica, podem ter suas populações afetadas negativamente. Desta forma, é interessante, para a conservação dessa espécie, que se compreenda as causas e efeitos do estresse ambiental nestes animais. O objetivo deste trabalho é averiguar a ocorrência de assimetria flutuante em C. nigrifrons de Minas Gerais, valendo-se de técnicas da morfometria geométrica. Foram utilizados neste estudo 19 exemplares de C. nigrifrons vindos de todo o estado de Minas Gerais e depositados na Coleção de Mamíferos do CCT/UFMG. Foram selecionados 13 landmarks da região facial dos crânios dos primatas. Foram tiradas fotografias utilizando-se uma câmera digital, e digitalizadas usando os programas tpsUtil1.76 e tpsDig2.31. Procedeu-se uma superimposição de Procrustes e foram realizadas análises do componente principal (PCA) utilizando-se o programa Past3.20. Testou-se a ocorrência de assimetria flutuante pelo método de Procrustes ANOVA no programa MorphoJ1.07a. Além da variação individual, foi testada diferença de ocorrência de assimetria flutuante entre os sexos. Foi detectado um grau de assimetria flutuante estatisticamente significante na amostra sob estudo, ainda que esse grau não seja particularmente elevado. Não houve diferença significativa no grau de FA entre os sexos. A região da face que demonstrou a maior grau de FA foram os pontos associados a região inferior, na maxila e arco zigomático, enquanto que a região em torno das órbitas apresentou grau menor de flutuação. A maneira como esses graus individuais ou populacionais de assimetria flutuante se correlaciona com fatores ambientais do local de coleta dos animais pode ser um indicativo importante de fatores de estresse ambiental, uma vez que a maioria dos exemplares vem de áreas fragmentadas e próximas a áreas antropizadas. Ainda não foram feitos testes de correlações entre os graus de assimetria de cada indivíduo e variáveis ambientais, então não é possível dizer com certeza quais fatores estão potencialmente relacionados a esse grau de AF. Futuros desdobramentos incluem um aumento do número amostral e uma avaliação das variáveis ambientais que podem influenciar a ocorrência de AF em C. nigrifrons.

Palavras-chave

Assimetria flutuante; Callicebus; morfometria geométrica; estresse ambiental.

Financiamento

Área

Anatomia e Morfologia

Autores

Vítor Emídio Mendonça, Fernando Araújo Perini