X CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

PADROES ESPAÇO-TEMPORAIS DAS CONEXOES HISTORICAS ENTRE A MASTOFAUNA DA AMAZONIA E FLORESTA ATLANTICA

Resumo

Apesar da aparente distribuição disjunta entre a Amazônia e a Floresta Atlântica, três conexões históricas foram sugeridas: pelas florestas da Caatinga no Nordeste do Brasil, do Cerrado no Brasil Central e do Chaco/Pantanal no Sudoeste; em um gradiente crescente de tempo do Nordeste para o Sudoeste. Aplicamos uma abordagem biogeográfica avaliando os padrões espaço-temporais dessas conexões usando a mastofauna neotropical como modelo. Dados filogenéticos e geográficos foram combinados, extraindo de uma filogenia datada o tempo mínimo de divergência entre espécies de famílias de mamíferos da Amazônia e da Floresta Atlântica, projetado-o para o espaço geográfico usando a distribuição geográfica das espécies. A relação entre o gradiente de distância Nordeste - Sudoeste para as rotas de conexão e o tempo mínimo de divergência por sítio entre espécies da Amazônia e Floresta Atlântica foi testada usando modelos de regressão linear. Corroboramos as três rotas de conexão e encontramos tempos de divergência mais antigos para a Amazônia que para a Floresta Atlântica, evidenciando o papel da Amazônia como centro de origem da mastofauna neotropical. O padrão espaço-temporal previamente sugerido não foi corroborado considerando todas as espécies, mas sim para algumas famílias quando consideradas separadamente, embora apenas para a Amazônia. Encontramos um padrão invertido para a Floresta Atlântica, com os tempos de divergência mais recentes para o Sudoeste, revelando conexões entre esta região e a Amazônia Andina que podem indicar a importância do papel da Floresta Atlântica como fonte de dispersão. Ainda assim, devido à história biogeográfica de cada grupo taxonômico no Neotrópico, estes mostram diferentes conexões em diferentes tempos, revelando padrões diferentes do previsto para muitos grupos, principalmente para a Floresta Atlântica. Portanto, as conexões entre a Amazônia e a Floresta Atlântica não podem ser explicadas por um único padrão espaço-temporal.

Palavras-chave

Biogeografia histórica, conexões biogeográficas, florestas neotropicais, florestas tropicais, florestas secas sazonalmente tropicais, mamíferos.

Financiamento

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Área

Biogeografia/Macroecologia

Autores

Arielli Fabrício Machado, Leandro Da Silva Duarte