X CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

RELAÇOES ENTRE CONDIÇAO CORPOREA E VARIAVEIS HEMATOLOGICAS E BIOQUIMICAS DE QUATIS (NASUA NASUA) COMO UMA FERRAMENTA PARA AVALIAR O ESTADO DE SAUDE DOS ANIMAIS A CAMPO

Resumo

Parasitas, processos tóxicos, e metabólicos alteram diversos parâmetros fisiológicos que podem ser usados como biomarcadores da condição de saúde de um animal. Entretanto, a medição de biomarcadores exige que os profissionais tenham treinamento adicional, além desses testes serem dispendiosos, demorados ou exigir processamento de amostras inviáveis a campo. Essas limitações levaram os profissionais que trabalham no campo a desenvolver índices de condição corporal com base na relação entre comprimento e massa corporal, pressupondo que os animais em más condições ingerem menos alimentos ou de pior qualidade que os congêneres saudáveis. A hematologia e bioquímica sérica são ferramentas amplamente utilizadas no estudo da saúde de mamíferos silvestres que habitam tanto ambientes naturais como antropizados. Ainda assim, a interpretação dos resultados relacionados à higidez dos animais deve ser feita com cautela levando em consideração diversos aspectos relacionados ao indivíduo, ambiente, forma de contenção e manipulação dos animais. O objetivo deste estudo foi avaliar a correlação entre os valores hematológicos e bioquímicos e a condição corpórea, baseada na relação comprimento-massa de quatis (Nasua nasua) residentes em fragmentos florestais da cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Entre março de 2018 e janeiro de 2019 foram amostrados 79 indivíduos adultos em duas áreas: Parque Estadual do Prosa (PEP) e Vila da Base Aérea (VBA). Os animais foram anestesiados através de uma associação entre Cloridrato de Tiletamina e Cloridrato de Zolazepam (Virbac®), e em seguida foram coletadas amostras de sangue e soro por venopunção femoral, mantidas sob refrigeração (4°C) por até seis horas até o processamento. Através do hemograma automatizado (Sysmex®) foram determinadas as contagens totais de eritrócitos, leucócitos e plaquetas, o hematóctiro (Ht), a concentração de hemoglobina (Hb), o volume corpuscular médio (VCM) e a concentração média de hemoglobina corpuscular (CHCM). Utilizando-se de espectofotômetro e kits comerciais (Biotech® e Gold®) foram determinadas as concentrações séricas de ureia, creatinina, albumina, fosfatase alcalina (FA), alanina aminotransferase (ALT), proteínas plasmáticas totais (PT), glicose, colesterol total, colesterol HDL e triglicerídeos. Os valores de globulina foram determinados com base na diferença entre PPT e valores de albumina. Categorizamos os animais amostrados de acordo com o sexo (49 fêmeas e 30 machos) e local de captura (43 no PEP e 36 na VBA). Estimamos a condição corporal dos animais capturados com base nos valores residuais de uma regressão linear simples entre comprimento total e a massa corporal, posteriormente correlacionando com as variáveis hematológicas e bioquímicas através de uma regressão linear. Observamos que a condição corporal de ambas as populações e sexos se correlacionam positivamente com as variáveis que mensuram o estado de anemia, expressa pela contagem total de eritrócitos, Hb, Ht e CHCM, bem como com as proteínas totais. Desta forma, observamos que as medidas de comprimento e massa aferidas no campo podem ser extremamente úteis como indicadores de estado de saúde dos animais.

Palavras-chave

Carnivora, Fisiologia, Procyonidae

Financiamento

CNPq Bolsa Produtividade Pq 308768/2017-5

CAPES Bolsa PNPD 20132885

Área

Fisiologia

Autores

Gabriel Carvalho de Macedo, Wanessa Teixeira Gomes Barreto, Filipe Martins Santos, Grasiela Edith de Oliveira Porfirio, Andreza Castro Rucco, William Oliveira de Assis, Gionava Letícia Zimermann Rodrigues, Rafael Mamoro dos Santos Yui, Letícia Gabriele França Elias, Heitor Miraglia Herrera