X CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

BIOLOGIA DE CHIRODERMA VIZZOTOI TADDEI & LIM, 2010 (CHIROPTERA, PHYLLOSTOMIDAE, STENODERMATINAE) DA RPPN SERRA DAS ALMAS (CRATEUS, CEARA)

Resumo

A RPPN Serra das Almas, localizada no estado do Ceará (Brasil), recebeu o título de Área Importante para a Conservação dos Morcegos em 2018, tornando-se a primeira AICOM do bioma Caatinga devido à diversidade quiropterológica presente na área: 23 espécies, incluindo algumas endêmicas e ameaçadas de extinção. Dentre essas, destaca-se a presença de Chiroderma vizzotoi Taddei & Lim, 2010, descrita com base em três espécimes coletados na Caatinga do Piauí. Embora a publicação do registro da espécie na RPPN Serra das Almas tenha ampliado sua distribuição em 574 Km a leste no Estado do Ceará, não existem muitas informações sobre sua biologia. O presente estudo analisa a morfologia, a dieta e a parasitologia dos espécimes de C. vizottoi da Caatinga do Ceará com o objetivo de disponibilizar dados para uma melhor compreensão das interações ecológicas dessa espécie. Nos anos de 2012 e 2013, 19 indivíduos de C. vizottoi foram capturados na RPPN Serra das Almas,  sendo registrados: sexo, estado reprodutivo, medidas externas e presença de ectoparasitos; as fezes foram coletadas e armazenadas para posterior triagem em laboratório. Do total de animais capturados, sete foram taxidermizados e tiveram seus órgãos torácicos e abdominais removidos, os quais foram examinados sob estereomicroscópio para verificação da ocorrência de itens alimentares e endoparasitos. Realizou-se registros fotográficos e tomou-se as medidas desses órgãos, utilizando-se um paquímetro digital e régua milimétrica. As fezes coletadas foram analisadas em estereomicroscópio para a determinação da dieta. Do total de morcegos capturados, 15 eram fêmeas e quatro machos. Verificou-se que os animais estavam em período reprodutivo no mês de janeiro, pois foram capturadas seis fêmeas grávidas e uma lactante e um macho escrotado. A média do peso de todos indivíduos foi de 26,8g ± 5,2, baixando para 25,1g ± 5,2 quando se exclui as fêmeas grávidas. Os comprimentos médios do corpo, da orelha, do antebraço e da tíbia foram, respectivamente, 64,3mm±5,9, 15,2mm±1,6, 47,8mm ± 1,6 e 18,7mm±1,1. Todas essas medidas apresentaram uma faixa de variação maior do que a registrada em literatura. Os comprimentos médios do pé e do calcâneo foram, respectivamente, 11,6mm±0,7 e 6,9mm±1,1, sendo esses os primeiros registros para C. vizottoi. Espécimes do ectoparasita Periglischrus iheringi Oudemans, 1902 (Acarii) foram encontrados em associação com duas fêmeas. Os comprimentos médios do coração, estômago, intestino e rins dos espécimes coletados foram, respectivamente: 10,7mm±1,2, 13,1mm±1,6, 71,9mm±6,9 e 6,7±0,5, sendo os primeiros registros para a C. vizottoi, pois a descrição da espécie foi baseada em exemplares depositados em coleção. O intestino de C. vizottoi apresenta um comprimento grande quando comparado ao tamanho de seu corpo, o que indica uma dieta frugívora, confirmada pelo registro de sementes de Solanum rhytidoandrum Sendtn nas fezes de um indivíduo, o primeiro registro da utilização de frutos de Solanaceae na dieta de C. vizottoi. Os dados apresentados reafirmam a necessidade de mais estudos sobre a biologia e as interações dos quirópteros em seus habitats, especialmente as formas de Caatinga, bioma de alto endemismo e que já teve praticamente metade de sua área devastada.

Palavras-chave

Chiroderma vizottoi; morfologia; parasitologia; Periglischrus iheringi; frugivoria; Solanum rhytidoandrum.

Financiamento

CNPq (Processo nº 470935/2011-1).

Área

Ecologia

Autores

Isabela Silva Bellizzi, Patrícia Gonçalves Guedes, Shirley Seixas Pereira da Silva, Rafaela Gadelha-Alves