X CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

COMPORTAMENTOS DA BALEIA-FRANCA EUBALAENA AUSTRALIS NA ENSEADA DA RIBANCEIRA/IBIRAQUERA, SANTA CATARINA, BRASIL.

Resumo

Anualmente as águas do litoral catarinense recebem as baleias-francas - Eubalaena australis, que realizam migrações sazonais entre áreas de alimentação e reprodução, com o objetivo de acasalar e procriar em águas brasileiras. A enseada da Ribanceira/Ibiraquera está localizada no município de Imbituba, Estado de Santa Catarina. A enseada está localizada próxima a zona central da Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca (APABF), a qual protege a maior área de concentração reprodutiva das baleias-francas no Brasil. No presente trabalho descrevemos os estados comportamentais de indivíduos de baleias-francas presentes na enseada da Ribanceira/Ibiraquera durante o período reprodutivo da espécie (julho a novembro) ao longo das temporadas de (2016, 2017 e 2018). As observações ocorreram a partir de ponto fixo, seis vezes por semana, variando entre uma a oito horas de esforço amostral diário. Uma varredura inicial de 30 minutos foi realizada para localizar os grupos de baleias presentes na enseada, onde o estado comportamental dos indivíduos era registrado (deslocamento; descanso; brincadeira). Ao longo das três temporadas foram registradas 543 avistagens de baleias-francas. O número de baleias por avistagem variou de 1 a 31, sendo 90% das avistagens fêmeas com filhotes, adultos 5% e indivíduos não identificados 5%. Durante as temporadas, o esforço amostral realizado nesse estudo foi de 48 horas e 55 minutos. Os resultados mostram que, nas temporadas de 2016 e 2018, o estado comportamental mais freqüente foi brincadeira, seguido de descanso e deslocamento. Durante a temporada de 2017 o estado comportamental mais frequente foi brincadeira, seguido de deslocamento e descanso. A distribuição das baleias-francas pode ser influenciada pela morfodinâmica e porção sedimentológica do local, além da variação na temperatura da água, o que não foi o objetivo desse estudo mas temos como base à literatura. Logo, a Ribanceira/Ibiraquera atendendo as características citadas, pode se tornar uma área mais protegida e consequentemente propicia para maiores concentrações de indivíduos de baleias-francas. Como fêmeas com filhotes foram majoritariamente, o comportamento brincadeira se torna predominante como forma de preparar os filhotes para as atividades básicas de alimentação e migração. Tendo em vista que as baleias-francas ainda se encontram em processo de recuperação populacional, o contínuo trabalho de pesquisa e monitoramento das áreas de reprodução das baleias-franca são de extrema importância para compreender seus padrões comportamentais e propor medidas de gestão visando a conservação da espécie.

Palavras-chave

Baleia-franca; Eubalaena australis, comportamento.

Financiamento

Área

Etologia/Bem-estar animal

Autores

Fábio Pereira Conceição, Carlos Henrique Marinho Santos Filgueira, Hellen Nascimento Leite, Flayane Golçalves Oliveira, Eduardo Pires Renault Braga, Thaise Albernaz, Camila Regina Morais Medeiros, Karina Regina Groch