X CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

ATIVIDADE HORARIA DE DUAS ESPECIES DE MAMIFEROS DE MEDIO E GRANDE PORTE EM REMANESCENTE DE MATA ATLANTICA, NO SUL DE SANTA CATARINA, SUL DO BRASIL.

Resumo

Os padrões de atividade expressão como os organismos exploram e utilizam o ambiente em que estão inseridos. Esse atributo pode se alterar em decorrência da estrutura do habitat, variação de fatores abióticos e bióticos, além de, características fisiológicas dos animais. Por este motivo é importante compreender os padrões de atividade das espécies em diferentes regiões. Entretanto, poucos são os trabalhos que tem avaliado esse atributo para espécies de mamíferos de médio e grande porte no Brasil, principalmente na região sul do país. O presente estudo teve como objetivo analisar o padrão de atividade diária de Dasypus novemcinctus Linnaeus, 1758 e Eira barbara (Linnaeus, 1758) em ambiente de Mata Atlântica, no sul de Santa Catarina. O estudo foi desenvolvido em um remanescente de Floresta Ombrófila Densa Submontana, no município de Treviso (28º29’23”S e 49º31’12”O). Para o registro da atividade horaria foram instaladas 18 armadilhas fotográficas, as quais permaneceram ligadas 24 horas, durante 275 dias consecutivos. O dia foi dividido em 24 períodos de uma hora, onde para cada espécie fez-se a contagem do número de registros em cada um dos períodos. Para evitar superestimação da atividade, quando registradas mais de uma foto da mesma espécie em intervalo menor de 30 minutos, independentemente do número de imagens, estas foram consideradas como sendo um único registro. Para analisar se houve segregação temporal no número de registros foi utilizado o teste de Rayleigh, calculado no software Oriana. Foram obtidos 402 registros, sendo 263 de Dasypus novemcinctus e 139 de Eira barbara. Para as duas espécies houve segregação temporal no número de registros (Z = 140,636 e p < 0,001 e; Z = 42,486 e p < 0,001, respectivamente). Dasypus novemcinctus esteve ativo das 18:00 as 06:00, com pico de atividade as 20:00 (n=31) e as 01:00 (n=33). Eira barbara esteve ativa das 06:00 as 18:00, com o pico de atividade as 16:00 (n=21). O padrão de atividade de Dasypus novemcinctus reportado na porção sul da Mata Atlântica foi semelhante ao observado em outras formações florestais, indicando que mesmo ocorrendo em diferentes ambientes, a espécie mantém padrão semelhante de atividade, sempre associado ao período noturno. Essa característica pode ser associada ao comportamento antipredatório. Já Eira barbara apresentou padrão de atividade crepuscular e diurno, o que se assemelha também ao descrito para outras áreas. Eira barbara é um carnívoro generalista, se alimentando de frutos, invertebrados e pequenos vertebrados. Essa maior plasticidade alimentar pode permitir a atividade diurna desta espécie, diferindo assim de outros carnívoros mais especializados. Mesmo que pontuais, dados sobre os padrões de atividade são importantes para o detalhamento da biologia e ecologia das espécies. Principalmente para aquelas espécies como Eira barbara, para a qual pouca informação está disponível.

Palavras-chave

Mastofauna, Dasypus novemcinctus, Eira barbara e câmera-trap.

Financiamento

Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina – Edital 06/2016 - Termo de outorga 2017TR170.

Área

Ecologia

Autores

Isadora Hobold Dal Magro, Beatriz Fernandes Lima Luciano, Fernando Carvalho