X CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

CENTENAS DE GATOS DOMÉSTICOS MANTIDOS EM UMA ÁREA PERI-URBANA: EVIDENCIAS DE IMPACTO SOB UMA AVE TERRESTRE NATIVA

Resumo

Gato doméstico é um animal de estimação bastante admirado pelos humanos. Entretanto, em diversas cidades do mundo são encontrados gatos abandonados em parques urbanos e reservas naturais. Os gatos são mantidos nestes locais graças ao oferecimento de comida, que consequentemente ajuda a elevar a densidade deles. Há mais de 15 anos o campus “Luiz de Queiroz” (860 ha), da Universidade de São Paulo, em Piracicaba/SP, enfrenta um cenário desses. Localizado na região Peri-urbana da cidade, o campus é composto por zonas urbanas, agrícolas e remanescentes florestais, abrigando mais de 200 espécies de aves e 35 espécies de mamíferos. Com o objetivo de identificar os impactos que a manutenção da população de gatos no campus oferece à fauna nativa, realizamos primeiramente um censo dos gatos existentes na área urbana do campus e os pontos de oferecimento de ração para gatos, em 86 horas de esforço amostral entre Ago-Nov/2017. Nessa etapa identificamos a ocorrência de 245 gatos (ocupando 100 ha, Mínimo Polígono Convexo) com 98,4% de sobreposição a 35 pontos de oferecimento de ração (dentro de 104 ha). Na segunda etapa da pesquisa, escolhemos a seriema (Cariama cristata, ave terrestre de grande porte) como candidato da fauna nativa a ser monitorado. Em Nov/2018 marcamos com anilha metálica um filhote com um mês de vida, nascido na área urbana do campus, e demos início a um monitoramento contínuo com base em registros providos por diversos cidadãos sobre essa seriema e sua família (adulto e mais outro filhote), além de registros dos comportamentos que elas executavam (via fotos, vídeos ou relatos). Finalmente, comparamos a distribuição espacial das seriemas com as áreas de ocorrência de gatos e pontos de oferecimento de ração. Até Abr/2019, foram obtidos 368 registros desta seriemas (média = 3,1 registros/dia, 137 pessoas participaram). Estes indivíduos apresentaram ampla área de vida (79 ha) e distribuição espacial 80,4% sobreposta aos pontos de oferecimento de ração e 77,4% sobreposta à ocorrência de gatos. Obtivemos 16 registros de seriemas comendo ração e outros 10 registros com elas próximas aos potes de ração, ambos indicando que as mesmas estão utilizando este recurso. No entanto, obtivemos apenas quatro registros de interações negativas entre gatos e seriemas, resultado que pode estar relacionado com a não sobreposição dos períodos de atividade das espécies (gatos domésticos são mais ativos durante o período noturno enquanto seriemas são diurnas). O monitoramento também rendeu 101 registros de seriemas no meio das ruas ou entre o trânsito de carros, sendo que elas não apresentaram qualquer comportamento para evitá-los. Um dos filhotes monitorados morreu atropelado em Fev/2019. Considerando este comportamento apático, e sabendo que os pontos de oferecimento de ração para gatos estão localizados no chão próximo das ruas, entendemos que este fato agrava a exposição das seriemas ao risco de atropelamento. Sabendo que esta ave raramente ocorre dentro do ecossistema urbano, nossos resultados apontam que a alimentação de gatos no campus está atraindo a ocorrência delas nesta área urbana, portanto, uma evidência de impacto negativo neste exemplar da fauna silvestre local.

Palavras-chave

comportamento animal, ecossistema urbano, ciência cidadã

Financiamento

CAPES, FAPESP/2018-05970-1, CNPq/308632/2018-4, Programa Unificado de Bolsas/USP

Área

Ecologia

Autores

Eduardo Roberto Alexandrino, Juliano André Bogoni, Ana Beatriz Navarro, Alex Augusto Abreu Bovo, Juan Andrés Domini, Rafael Menezes Gonçalves, Jacob D Charters, Katia Maria Paschoaletto Michi Barros Ferraz