X CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

EVIDENCIA DE INTERAÇAO AGONISTICA ENTRE DESMODUS ROTUNDUS E CUNICULUS PACA NA MATA ATLANTICA DO CENTRO DE ENDEMISMO DE PERNAMBUCO, BRASIL

Resumo

As interações ecológicas entre espécies animais intrigam ecólogos e são difíceis de serem registradas, apesar de acontecerem com frequência em populações naturais. Interações agonísticas são caracterizadas por repulsa, luta ou disputa entre indivíduos, seja de forma intra ou interespecífica. O morcego hematófago comum Desmodus rontudus (É. Geoffroy, 1810) é um dos mais especializados, pois depende exclusivamente do sangue de outros animais para sua alimentação. Suas características morfológicas favorecem sua identificação, possuem patas traseiras e polegares longos que permitem adoção de posição quadrupla, executando assim comportamento diferenciado na hora de investir contra a presa. Rastejam discretamente para finalmente ir em direção à ela (comportamento conhecido como pouso de ambientação). A espécie é amplamente distribuída na região Neotropical, ocorrendo em diversas regiões do Brasil, incluindo a Mata Atlântica. A paca-manchada, Cuniculus paca (Linnaeus, 1766), é um roedor caviomorfo Neotropical de médio porte, oportunista e frugívoro, que habita principalmente florestas e possui habito noturno, sendo assim potencial presa para morcegos hematófagos. O presente estudo fez parte de um monitoramento da biodiversidade que objetivou realizar um levantamento sistemático da mastofauna do Centro de Endemismo de Pernambuco (CEP) através de armadilhamento fotográfico. Esse método, além de documentar a presença da fauna, possibilita captar registros de comportamentos e interações entre espécies. O estudo foi conduzido na Estação Ecológica de Tapacurá, Unidade de Conservação (UC) situada no município de São Lourenço da Mata, Pernambuco, com área de 776 hectares contínuos de Mata Atlântica. Foram utilizadas oito estações amostrais com espaçamento mínimo de 350 metros para garantir independência dos registros, de forma a cobrir a área total da UC. O esforço amostral totalizou 7,981 horas. O registro ocorreu no dia 03/03/2019, às 18h39min, localização latitude -8.0192, longitude -35.1165. A armadilha filmou um indivíduo de C. paca caminhando na trilha e poucos segundos depois um indivíduo de D. rontudus pousa no chão próximo a paca, realizando o comportamento de pouso de ambientação. A paca percebe a movimentação, e reage de forma antagônica para espantar o morcego. Apesar de realizarmos uma busca nos periódicos capes, utilizando a seguinte combinação: “Desmodus rotundus” “Cuniculus paca” “Feeding” “Food”. Encontramos apenas seis resultados com “Desmodus rotundos” e “Cuniculus paca” no mesmo trabalho, e somente um indicou a C.paca como recurso alimentar para D. rotundus. Sendo assim, o nosso registro representa a primeira documentação em vídeo de uma interação agonística entre  D. rotundus e C. paca na Mata Atlântica brasileira, e pode auxiliar na compreensão de importantes interações ecológicas ainda insuficientemente estudadas.

Palavras-chave

Registro incomum, etologia, armadilhas fotográficas, mastofauna.

Financiamento

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnologico - CNPQ, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - FACEPE, Programa Pesquisa em Movimento - PRPPG/UFRPE.

Área

Ecologia

Autores

Déborah Maria Soares Ramos, Carolina Blefari Batista, Isabella Ribeiro Carlos, Sybelle Montenegro Santos, Felipe Pessoa Silva, Ana Cristina Lauer Garcia, Lucas Gonçalves Silva, Martin Alejandro Montes