X CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

COMUNICAÇAO ACUSTICA DE LONGA DISTANCIA DE LOBO-GUARAS DE VIDA LIVRE AO LONGO DAS ESTAÇOES REPRODUTIVA E NAO REPRODUTIVA

Resumo

O lobo-guará (Chrysocyon brachyurus) é um canídeo solitário de hábitos noturnos/crepusculares, sendo um habitante importante do Cerrado brasileiro. Este animal, para se comunicar à longa distância, usa de vocalizações sequenciadas chamadas aulidos. Consta na literatura que na época reprodutiva, de abril a junho, a atividade vocal deste animal aumenta bastante, a fim de encontrar e manter seus parceiros reprodutivos. Passada a estação reprodutiva, sugere-se que as vocalizações diminuem, pois a busca pelo parceiro já foi encerrada. Porém, não há estudos investigando este tipo de comunicação na estação não reprodutiva. O presente trabalho visou comparar a atividade acústica do lobo-guará no Parque Nacional Serra da Canastra (MG/BR) nestas estações. Foram utilizados entre 8 e 13 gravadores autônomos (Song Meter SM2+) e as vocalizações detectadas automaticamente nas gravações. Comparamos os dados da primeira parte da noite (entre 18h e 21h), período em que é relatado mais vocalizações, e observou-se que houve uma atividade relativamente intensa, tanto em número de sequências quanto de aulidos, no início da estação reprodutiva (março e abril) e na estação não reprodutiva (dezembro e janeiro), fato este que não era o esperado. Em maio (2016) as sequências foram maiores. Sequências com grande número de aulidos podem indicar comunicação extra-grupo, em que o animal necessita garantir que sua mensagem chegue até o outro indivíduo que está distante. Já em julho (2014) as sequências foram menores, sugerindo comunicação intra-grupo. Mais vocalizações conjuntas (em que dois ou mais lobos-guará participam da vocalização) foram observadas no início da estação reprodutiva e no final (julho), mês em que os filhotes já nasceram. Isto pode indicar que este tipo de interação se trata de uma comunicação intra-grupo em vez de defesa territorial ou defesa de parceiros. Numa comunicação intra-grupo não há a necessidade de reiterar o sinal devido à proximidade e rápida resposta do(s) outro(s) integrante(s) do grupo. Gravações de 1 minuto a cada 10 minutos ao longo das 24 horas confirmam que a espécie emite mais aulidos no início da noite e muito pouco no amanhecer e durante o dia. Porém, como lobos-guará não emitem muitas sequências por noite, é necessário um longo tempo de amostragem em esquema de gravação 1/10 min, enquanto gravações contínuas no início da noite se mostraram mais eficientes para registro dos aulidos. Como conclusão, percebemos que os lobos-guará mantém comunicação acústica durante todo o ano, sugerindo que os aulidos sejam multifuncionais, não estando somente associados à reprodução.

Palavras-chave

Lobo-guará, maned wolf, vocal, bioacústica, reprodução

Financiamento

Bolsa de iniciação científica e de doutorado CAPES

Área

Etologia/Bem-estar animal

Autores

Edvaldo Neto, Hugo Eduardo Moura, Luane Stamatto Ferreira, Júlio Ernesto Baumgarten, Flávio Guimarães Rodrigues, Renata Santoro Sousa-Lima