X CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

COMPOSIÇÃO DA HELMINTOFAUNA DE UMA COMUNIDADE DE ROEDORES DE ÁREA DE MATRIZ ABERTA DA RESERVA BIOLÓGICA POÇO DAS ANTAS.

Resumo

 

Os parasitos são importantes estruturadores das comunidades naturais e tem papel fundamental na diversidade das espécies componentes. Dentre os grupos de parasitos, os helmintos vêm sendo utilizados como modelos de estudo para investigação da interação parasito-hospedeiro em ecossistemas naturais e antropizados. Independente da abundância sobre estudos de endoparasitos da Mata Atlântica (MA), ainda há uma carência sobre a helmintofauna destes animais em áreas de matriz aberta da MA. O objetivo geral deste trabalho foi identificar as comunidades de helmintos dos roedores Akodon cursor (Winge,1887), Necromys lasiurus (Lund,1841) e Oligoryzomys nigripes (Olfers, 1818) em área de matriz aberta da Reserva Biológica Poço das Antas no Estado do Rio de Janeiro e determinar a influência de fatores bióticos (idade  sexo e espécie dos hospedeiros) nos parâmetros parasitológicos das espécies de helmintos (abundância e prevalência) através do o teste do Qui-Quadrado (x²). A coleta dos roedores teve cinco noites de captura consecutivas no mês de setembro de 2018. Foram estabelecidos 10 transectos lineares espaçados em pelo menos 300 metros entre si, para garantir independência das amostras. Estes foram dispostos em áreas de matriz alterada e possuíram cada um, 20 estações de captura. Amostras de 41 A. cursor, 59 N. lasiurus e 2 O. nigripes foram analisadas. A pesquisa por helmintos foi realizada no aparelho digestivo, com auxilio de microscópio estereoscópico. Os helmintos encontrados foram conservados em álcool 70%. Todos os helmintos foram contados e identificados. Os parâmetros parasitológicos foram calculados para cada espécie de helminto considerando a influência de fatores bióticos. Foram recuperadas 5 espécies de helmintos pertencentes ao filo Nematoda: Protospirura numidica criceticola, Stilestrongylus freitasi, Pterigodermatites (Paucipectines) zygodontomis, Syphacia (Syphacia) alata e Trichuris navonae. Necromys lasiurus apresentou maior riqueza total (n=5), seguido por Akodon cursor (n=3). P. numidica criceticola apresentou maior abundância em N. lasiurus adultos (X²=1,742 p=0,051) e maior prevalência em adultos (X²=1,383 p=0,053). P. (P.) zygodontomis (X²=1,867 p=0,058) e S. freitasi  (X²=1,742 p=0,051) apresentaram maiores valores de abundância e prevalência em machos adultos. Em relação à abundância, S. (Sy.) alata apresentou maiores valores em machos adultos (X²=1,982 p=0,050) e maiores valores de prevalência em fêmeas adultas (X²=1,645 p=0,055). Trichuris navonae apresentou maior abundância (X²=0126 p=0,056) e prevalência (X²=0,063 p=0,055) em hospedeiros adultos de A. cursor. A comunidade de helmintos parasitos destes roedores foi composta apenas por nematoides, corroborando os achados na literatura, foi comprovado que e a abundância e prevalência são influenciadas pelos fatores bióticos. Esse estudo encontrou uma comunidade de pequenos mamíferos simplificada, sugerindo a realização de novas amostragens para que assim, se possa compreender melhor a estruturação da comunidade de pequenos mamíferos e a sua relação parasito-hospedeiro em ambientes de matriz aberta da Mata Atlântica do estado do Rio de Janeiro.

Palavras-chave

Akodon cursor, Necromys lasiurus, Oligoryzomys nigripes, Rebio Poço das Antas, Helmintofauna, Mata Atlântica

Financiamento

CNPq, FAPERJ, IOC

Área

Parasitologia/Epidemiologia

Autores

Camila dos Santos Lucio, Érica Lima da Silva Ximenes, Arnaldo Maldonado Junio, Paulo Sergio D'andrea